É necessário um conector com um orifício no final do circuito para reduzir a inalação de
dióxido de carbono (CO2) durante a inspiração. Assim, ocorre um vazamento contínuo de
ar através dessa abertura, eliminando o CO2 exalado pelo paciente.
Em ambas as situações, a ventilação da superfície ocorre criando uma pressão positiva
nas vias aéreas. A diferença entre ventilação não invasiva e ventilação mecânica invasiva
é devida ao método de alívio de pressão: na ventilação invasiva, uma prótese, que pode
ser um tubo oro ou nasotraqueal ou uma cânula de traqueostomia, é introduzida nas vias
aéreas.
O acesso direto às vias aéreas é realizado como um procedimento cirúrgico no qual o
paciente é tratado e anestesiado para aliviar a dor ou o desconforto. Em pacientes
traqueostomizados, é indicado o uso de umidificação traqueal durante a ventilação
mecânica. Nesse caso, é importante que o profissional de saúde opte por uma máscara
de traqueostomia. Possui um trilho de borracha para fácil colocação e um conector com
rotação de 360 ​​°.
RECOMENDAÇÕES
A ventilação mecânica substitui parcial ou completamente a respiração espontânea e é
indicada em pacientes com insuficiência respiratória aguda ou crônica. A ventilação
mecânica pode melhorar as trocas gasosas e reduzir os esforços respiratórios.Ventilação Mecanica Thiago Amorim

Comments are closed.

Post Navigation