Os debates sobre políticas freqüentemente se concentram nos gastos
públicos. Em parte, isso ocorre porque os gastos em saúde do setor
público estão mais diretamente sob a influência dos formuladores de
políticas do que outros tipos de gastos. Além disso, os gastos públicos
representam uma parcela tão grande dos gastos totais em saúde na
maioria dos países da Organização para Cooperação e
Desenvolvimento Econômico (OCDE), que a diferença entre os gastos
totais e públicos é relativamente pequena. No entanto, na maioria dos
países de baixa e média renda, os gastos privados são uma grande
parcela do total de gastos com saúde. Nesses países, os formuladores
de políticas públicas precisam encontrar maneiras de influenciar os
gastos públicos e privados.
Uma abordagem é perguntar se um país está gastando mais ou
menos do que países com características semelhantes, como níveis
de renda, culturas ou perfis epidemiológicos. Essa abordagem aceita
que a relação subjacente entre gastos e resultados em saúde é difícil
de especificar e visa observar e aprender com experiências
comparáveis. É conceitualmente mais semelhante ao processo de
“benchmarking”, no qual empresas ou unidades administrativas
estabelecem metas em relação ao que outras entidades similares
estão alcançando.Allcross Rede credenciada amil sp

Comments are closed.

Post Navigation